Saco do pão

Se o pão é, simbolicamente, o alimento que sustenta da vida, o saco do pão deverá ser o simbolo da vida da sustentável.

Ainda me lembro dos meus pais levarem o saco do pão quando iam à padaria. A certa altura o hábito perdeu-se. O saco do pão ainda existia lá por casa mas servia apenas para guardar o pão chegado da padaria. E depois nem isso. Chegaram outras “tecnologias” como a caixa do pão e o saco de plástico.

Para o bem e para o mal o plástico revolucionou a nossa vida. Passámos a ir despojadamente à padaria ou supermercado e a regressar faustosamente com o saco de plástico.

O problema deste despojo no caminho de ida começou a pagar-se anos mais tarde. Mais residuos para recolher, plásticos que se vão espalhando por um sem número de sitios, micro-plásticos que vão contaminando o ambiente e macro-plásticos que a vão sufocando a vida marinha.

O tradicional saco do pão

A aparente simplcidade que o plástico prometia tornou a nossa vida muito mais complexa noutras dimensões, como a ambiental. A tecnologia não é boa nem má só por si. O uso que fazemos dela é que faz pender a balança para um lado ou para o outro. Também se passa o mesmo com o plástico

Proponho assim resgatar o saco do pão. A mudança para um mundo sustentável pode ser simples e começa em pequenos actos. Convido os leitores a usarem-no novamente.

Por mim já comecei! Confesso que é dificil recuperar hábitos antigos, mas com alguma persistência chegamos lá.

Agradecimento ao “ùltimo fecha a porta – saco do pão” que nos inspirou a escrever este artigo.

E para acabar em grande “de manhã eu bou ò pão” a saquinha vai na mão!

https://www.youtube.com/watch?v=rlJIhOHNL4g
De manhã eu bou ò pão – Trabalhadores do Comércio